Support & Downloads

Quisque actraqum nunc no dolor sit ametaugue dolor. Lorem ipsum dolor sit amet, consyect etur adipiscing elit.

s f

Contact Info
198 West 21th Street, Suite 721
New York, NY 10010
youremail@yourdomain.com
+88 (0) 101 0000 000
Follow Us

Por que calcular o custo de mercadorias vendidas (CMV)?

A lucratividade de uma empresa é um dos assuntos mais importantes do negócio, pois sem lucratividade fica muito difícil manter um negócio de pé. Por isso, a gestão financeira sempre deve estar atenta a qualquer fator que influencia diretamente no lucro final da empresa. E um dos pontos mais importantes para a análise da lucratividade é o cálculo do custo de mercadorias vendidas.

É muito comum chegar o fim do mês e o empreendedor perceber que a lucratividade planejada não foi alcançada. Um dos motivos para isso acontecer é não levar em consideração o custo de produção ou compra de mercadorias, bem como o custo para armazená-las no estoque. Com isso, é calculado o lucro bruto para que uma mercadoria chegue ao cliente final.

O que é o custo de mercadorias vendidas?

O custo de mercadorias vendidas ou simplesmente CMV, é um indicador financeiro bastante utilizado nas empresas. Por meio desse indicador o gestor terá como calcular o custo total de venda de um determinado produto ou mercadoria. Ou seja, todos os custos envolvidos para que tal item seja vendido ao cliente final. Não levar em consideração todos esses custos é um erro grave que pode impactar negativamente na lucratividade do negócio.

Dessa forma, é possível concluir que o custo de mercadorias vendidas é obtido por meio do cálculo do lucro bruto que a empresa terá – depois de vender um produto ou mercadoria para um cliente. Esse é um passo fundamental para que seja possível trabalhar com uma margem de lucro realista e que seja capaz de cobrir os custos de compra e armazenamento para gerar um resultado positivo ao final da operação de venda.

Uma vantagem importante do CMV é que os custos envolvidos no armazenamento dos produtos e mercadorias também entram no cálculo. Além do valor que é pago aos fornecedores, a empresa também possui custos internos relacionados ao armazenamento em estoque. Além disso, os próprios itens que compõem o estoque também são ativos da empresa, pois uma vez vendidos eles irão gerar receitas para o negócio. Por isso, também entram no cálculo do CMV.

Qual a finalidade do CMV?

Esse indicador serve para que o gestor financeiro consiga calcular qual é o custo total envolvido para que um determinado item seja vendido para o cliente final. Por meio do lucro bruto é possível tomar decisões relacionadas aos produtos e mercadorias que são comercializados. Ou seja, o lucro bruto indica se há lucratividade ou prejuízo na operação em questão, se a margem aplicada está de acordo com os custos para gerar os lucros esperados, bem como definir se vale a pena ou não continuar oferecendo o item em questão.

Portanto, o custo de mercadorias vendidas será um parâmetro importante para descobrir qual é o valor proporcional investido para vender a mercadoria ou produto. É nesse ponto que os responsáveis pela parte financeira conseguem determinar se essa operação é rentável ou não para o negócio.

Como é feito o cálculo na prática?

O cálculo do CMV geral de um negócio é algo um tanto simples e não apresenta grandes dificuldades. Portanto, será preciso ficar atento aos seguintes parâmetros:

  • Estoque inicial (EI);
  • Novas aquisições durante o período considerado (NA);
  • Estoque final no período considerado (EF).

Essas três informações já são suficientes para o cálculo do CMV – nada menos do que o estoque inicial mais as novas aquisições e o resultado dessa soma deve ser subtraído do estoque final. Ou seja:

CMV = EI + NA – EF

O CMV também pode ser feito para cada tipo de produto comercializado pela empresa de modo a calcular o resultado – item por item. É mais trabalhoso, porém também oferece mais detalhes sobre a influência de cada produto no lucro líquido do negócio.

Gálago

O Gálago é o sistema de automação comercial ideal para ajudar a empresa a crescer e dar mais lucro. Ele possui uma série de ferramentas e módulos exclusivos que são capazes de integrar todos os setores da empresa com informações sendo atualizadas em tempo real. São mais de 150 relatórios gerenciais, além de mais de duas décadas de experiência no mercado trazendo as melhores soluções em automação comercial para empresas de todo o país.

Para informações acesse www.galago.com.br.